• ImunoClin

Vacinação de pacientes imunodeprimidos


Doenças Imunossupressoras, também chamadas de autoimunes, são causadas por falhas no sistema imunológico que passa a combater células saudáveis do organismo como se fossem uma ameaça. Tanto o diagnóstico, quanto os tratamentos variam de acordo com a doença específica, dentre elas, podemos citar: ➖ Doença de Chron, Colite Ulcerativa, Artrite Reumatóide, Diabetes Mellitus tipo 1, Lúpus, Esclerose Múltipla, Hepatite Autoimune, Espondilite Anquilosante, Miastenia Gravis, Vitiligo, Psoríase, Anemia Hemolítica, HIV, entre muitas outras. Indivíduos imunodeprimidos não podem tomar qualquer tipo de vacina. Para descartar risco de desenvolverem justamente a doença que desejam evitar, é necessário estar atento à composição da vacina, de preferência através do acompanhamento médico. As vacinas cuja composição é feita através da versão ativa do vírus deve ser descartada para pacientes que se submeteram a terapias imunossupressora nos últimos 90 dias. Somente a vacina com vírus ou bactéria inativados são seguros nesses casos. Fique atento! Grupo de vacinas atenuadas: varicela, tríplice viral (sarampo, caxumba e rubéola), febre amarela, BCG, rotavírus, poliomielite oral, dengue e Herpes zoster. Grupo de vacinas com vírus inativo: Tríplice, Difteria, Tétano e Coqueluche (DTPw, DTPa, ou dTpa), Papilomavírus humano (HPV), Pneumocócica, Gripe (Influenza e H1N1), Hepatite A e B e Meningocócica, Poliomielie inativada.; Paemophilus tipo b.

9 visualizações

UNIDADE VIVA OPEN MALL:

Av. Nilo Peçanha, 3228 
Porto Alegre / RS

UNIDADE NILO SQUARE:

Av. Nilo Peçanha, 3361
Porto Alegre / RS

Responsabilidade Técnica: Dr.  Alexei Peter dos Santos - Médico Oncologista CRM 24197

Copyrights Imunoclin 2020