VACINAS

PREVINA-SE CONTRA AS DOENÇAS ABAIXO

MANTENDO A VACINAÇAO EM DIA COM A IMUNOCLIN

A ImunoClin oferece excelência na aplicação de vacinas no Rio Grande do Sul. Instalada em área térrea, a clínica possui fácil acesso inclusive para cadeirantes, idosos, pessoas com dificuldade de locomoção e carrinhos de bebê.

Contamos com o que há de mais moderno em conservadoras de vacinas: nossas câmaras possuem dispositivos que controlam possíveis variações na temperatura interna, evitando a perda de estabilidade, bem como monitoramento eletrônico e por telefone. E tudo isso está garantido mesmo em casos de falta de energia elétrica por períodos prolongados.

Trabalhamos com as mais modernas vacinas e medicamentos e realizamos um rigoroso controle dos lotes e datas de validade. Todos esses cuidados são necessários para garantir a qualidade e eficácia dos produtos que disponibilizamos aos nossos clientes.

Além disso, contamos com uma equipe altamente qualificada e capacitada para garantir um atendimento de alto padrão, humanizado e integrado, oferecendo maior conforto aos clientes.

Conheça as principais vacinas que aplicamos aqui na ImunoClin:

Meningite


A Meningite é uma inflamação nas membranas que envolvem o cerébro (meninges), causadas por bactérias (meningites bacterianas), por vírus (meningites virais), fungos ou como resultado de um traumatismo. A doença é mais comum na infância e seus principais sintomas são: febre, cefaléia (dor de cabeça) intensa, náuseas, vômitos, rigidez na nuca, e até mesmo coma. Contágio
A transmissão se dá de pessoa para pessoa através das vias respiratórias, principalmente as que residem na mesma casa, namorados, ou outros tipos de contatos íntimos. Prevenção
Adotar medidas de higiene e desinfecção de todo material contaminado.
A pessoa infectada deve iniciar tratamento o mais breve possível, além de manter isolamento nas primeiras 24 horas após iniciar os medicamentos.
Recomenda-se a vacinação como prevenção contra a doença. Vacinas
Vacina meningocócica C conjugada. Vacina menigocócica ACWY.




Febre Amarela


Doença aguda, causada por um vírus e de curta duração (no máximo 12 dias). Pode se apresentar de maneira leve, grave e evoluir até a morte. Os primeiros sintomas são febre alta, calafrio, cefaléia intensa (dor de cabeça), náusea, vômito e têm com uma duração de até três dias. Após esse período, observa-se a melhora na febre e nos outros sintomas por até dois dias, evoluindo então para a cura ou para a forma grave, que se apresenta com o aumento da febre, diarreia e vômitos com aspecto de borra de café. Contágio
A contaminação se dá através da picada do mosquito infectado com a doença. Prevenção
Qualquer recipiente como caixas d'água, latas e pneus contendo água limpa são ambientes ideais para que a fêmea do mosquito ponha seus ovos, de onde nascerão larvas. Estes ovos, após se desenvolverem na água, se tornarão novos mosquitos. Portanto, deve-se evitar o acúmulo de água parada em recipientes destampados. Além disso, devem ser tomadas medidas de proteção individual, tais como, a vacinação contra a febre amarela, especialmente para aqueles que moram ou vão viajar para áreas com indícios da doença. Outras medidas preventivas são o uso de repelente de insetos, mosquiteiros e roupas que cubram todo o corpo. Vacina
Apresentação: Vacina contra febre amarela.




Hepatite A


Hepatite A é uma doença infecciosa aguda causada pelo vírus VHA que é transmitido por via oral-fecal, de uma pessoa infectada para outra saudável.
Contágio
A transmissão se dá através da ingestão de água ou alimentos contaminados por fezes.
Prevenção
Durante a fase aguda, indivíduos infectados não devem ter contato com outras pessoas. Lavar as mãos antes e após as refeições, e utilizar água limpa e filtrada no preparo de alimentos. A vacina contra hepatite A também é uma medida de proteção. Vacinas
Apresentação: Hepatite A (crianças e adulto) ou hepatite A + B (crianças e adultos).




Sarampo


O Sarampo é uma doença viral contagiosa caracterizada pelo aparecimento de manchas vermelhas por todo o rosto que progridem em direção aos pés. Os sintomas frequentes são: febre, tosse, coriza, conjuntivite, fotofobia e prostração. O Sarampo pode apresentar as seguintes complicações: infecções respiratórias, pneumonias, encefalites, otites médias, laringites e diarréias. O sarampo é uma doença potencialmente grave. Em gestantes, pode provocar aborto ou parto prematuro. Contágio
O Sarampo é transmitido de pessoa para pessoa, através de secreções expelidas ao tossir, espirrar, falar ao respirar. Prevenção
A melhor forma de prevenção é a contenção da doença, portanto o isolamento domiciliar ou hospitar dos pacientes pode diminuir o risco de transmissão. Evitar a frequencia em escolas ou creches, agrupamentos, ou qualquer contato com pessoas suscetíveis. A vacina contra o sarampo é uma forma de prevenção contra a doença. Vacinas
Apresentação: Vacina tetraviral: sarampo + caxumba + rubéola + varicela. Vacina tríplice viral: sarampo + caxumba + rubéola.




Caxumba


Caxumba é uma doença infecciosa causada por um vírus que provoca não só inflamação nas parótidas, mas também nas glândulas submaxilares e sublinguais. Na maior parte das vezes, a infecção se manifesta na infância, nos meses de inverno e no começo da primavera.
Contágio
A transmissão se dá através do ar, pela saliva ou urina de pessoas infectadas.
Prevenção
É importante que a população seja informada de complicações, devendo ser orientada quanto à busca de assistência médica adequada quando necessária, devido a orquites, meningites, encefalites. Outra forma de prevenção é a vacinação contra a doença.
Vacinas
Apresentação: Vacina tetraviral: sarampo + caxumba + rubéola + varicela. Vacina tríplice viral: sarampo + caxumba + rubéola.




Rubéola


Rubéola é uma doença infecto-contagiosa causada por vírus. Sua característica marcante são as manchas vermelhas que aparecem primeiro na face e atrás da orelha e depois se espalham pelo corpo inteiro. Além das manchas avermelhadas, a rubéola também pode causar febre baixa e aumentos dos gânglios no pescoço.
Contágio
O contágio se dá por contato com secreções das pessoas infectadas. A mulher grávida contaminada por rubéola pode passar a doença para o bebê através da placenta (Síndrome da Rubéola Congênita), essas crianças eliminam o vírus pela urina e por secreções nas orofaríngeas, por um período de mais de um ano, sendo esta eliminação maior nos primeiros meses de vida.
Prevenção
Isolamento de pacientes infectados pode diminuir o contágio. Evitar a frequencia em escola ou creche. A vacinação ainda é a melhor medida de prevenção contra a Rubéola. Vacinas
Apresentação: Vacina tetraviral: sarampo + caxumba + rubéola + varicela
Vacina tríplice viral: sarampo + caxumba + rubéola.




Varicela


A Varicela popularmente conhecida como Catapora é uma doença infecciosa aguda, comum na infância, altamente contagiosa, causada pelo vírus da varicela-zóster. O herpes-zoster é uma doença secundária, decorrente de uma forma reincidente tardia dos vírus da varicela que permaneceu dormente nos gânglios nervosos. A varicela é mais comum em crianças, enquanto a herpes-zóster é mais comum em adultos e idosos.
Contágio
A transmissão da doença ocorre por meio do contato com o doente com lesões na pele ou por via respiratória.
Prevenção
A lavagem das mãos após tocar nas lesões é de extrema importância, bem como isolar pessoas infectadas pela doença. Vacinar contra a varicela é uma medida de controle da doença.
Vacinas
Apresentação: Vacina tetraviral: sarampo + saxumba + rubéola + varicela. Vacina contra varicela.




HPV


Conhecido também por papilomavírus humano (HPV) são vírus que provocam lesões na pele e mucosa, sendo mais comum na região genital (vagina, colo do útero, pênis e ânus). As infecções por HPV podem causar câncer de colo do útero, vagina, pênis ou ânus. Todo o câncer do colo do útero é originado a partir de uma infecção por HPV.
Transmissão Através do contato genital com a pessoa infectada (incluindo sexo oral) e por via sanguínea, de mãe para filho no momento do parto.
Prevenção
O uso do preservativo é medida indispensável de saúde e higiene, não só contra a infecção pelo HPV, mas como prevenção para todas as outras doenças sexualmente transmissíveis. Vida sexual livre e com múltiplos parceiros implicam eventuais riscos que exigem maiores cuidados preventivos. Converse com seu parceiro ou parceira se o resultado de seu exame para HPV for positivo. Ambos precisam de tratamento.
A vacinação é uma medida de prevenção contra o HPV.
Vacinas
Apresentação: Vacina contra HPV bivalente e quadrivalente.




Influenza (gripe)


A Influenza ou gripe é uma infecção viral aguda que ocorre nas vias respiratórias e possui elevado grau de transmissão entre os indivíduos, sendo mais frequente na infância. A Influenza inicia abruptamente com sinais e sintomas sistêmicos, como cefaléia (dor de cabeça), febre, mal-estar, calafrios, tosse e dor de garganta. Contágio
A transmissão ocorre por meio de secreções respiratórias (tosse, espírro e mâos contaminadas) de indivíduos que apresentam a doença aguda. Prevenção
Lavar as mãos regularmente, cobrir o nariz ao tossir, além da vacinação anual. Vacina
Apresentação: Vacina contra gripe (Influenza).





Meningite


A Meningite é uma inflamação nas membranas que envolvem o cerébro (meninges), causadas por bactérias (meningites bacterianas), por vírus (meningites virais), fungos ou como resultado de um traumatismo. A doença é mais comum na infância e seus principais sintomas são: febre, cefaléia (dor de cabeça) intensa, náuseas, vômitos, rigidez na nuca, e até mesmo coma. Contágio
A transmissão se dá de pessoa para pessoa através das vias respiratórias, principalmente as que residem na mesma casa, namorados, ou outros tipos de contatos íntimos. Prevenção
Adotar medidas de higiene e desinfecção de todo material contaminado.
A pessoa infectada deve iniciar tratamento o mais breve possível, além de manter isolamento nas primeiras 24 horas após iniciar os medicamentos.
Recomenda-se a vacinação como prevenção contra a doença. Vacinas
Vacina meningocócica C conjugada. Vacina menigocócica ACWY.




Febre Amarela


Doença aguda, causada por um vírus e de curta duração (no máximo 12 dias). Pode se apresentar de maneira leve, grave e evoluir até a morte. Os primeiros sintomas são febre alta, calafrio, cefaléia intensa (dor de cabeça), náusea, vômito e têm com uma duração de até três dias. Após esse período, observa-se a melhora na febre e nos outros sintomas por até dois dias, evoluindo então para a cura ou para a forma grave, que se apresenta com o aumento da febre, diarreia e vômitos com aspecto de borra de café. Contágio
A contaminação se dá através da picada do mosquito infectado com a doença. Prevenção
Qualquer recipiente como caixas d'água, latas e pneus contendo água limpa são ambientes ideais para que a fêmea do mosquito ponha seus ovos, de onde nascerão larvas. Estes ovos, após se desenvolverem na água, se tornarão novos mosquitos. Portanto, deve-se evitar o acúmulo de água parada em recipientes destampados. Além disso, devem ser tomadas medidas de proteção individual, tais como, a vacinação contra a febre amarela, especialmente para aqueles que moram ou vão viajar para áreas com indícios da doença. Outras medidas preventivas são o uso de repelente de insetos, mosquiteiros e roupas que cubram todo o corpo. Vacina
Apresentação: Vacina contra febre amarela.




Hepatite A


Hepatite A é uma doença infecciosa aguda causada pelo vírus VHA que é transmitido por via oral-fecal, de uma pessoa infectada para outra saudável.
Contágio
A transmissão se dá através da ingestão de água ou alimentos contaminados por fezes.
Prevenção
Durante a fase aguda, indivíduos infectados não devem ter contato com outras pessoas. Lavar as mãos antes e após as refeições, e utilizar água limpa e filtrada no preparo de alimentos. A vacina contra hepatite A também é uma medida de proteção. Vacinas
Apresentação: Hepatite A (crianças e adulto) ou hepatite A + B (crianças e adultos).




Sarampo


O Sarampo é uma doença viral contagiosa caracterizada pelo aparecimento de manchas vermelhas por todo o rosto que progridem em direção aos pés. Os sintomas frequentes são: febre, tosse, coriza, conjuntivite, fotofobia e prostração. O Sarampo pode apresentar as seguintes complicações: infecções respiratórias, pneumonias, encefalites, otites médias, laringites e diarréias. O sarampo é uma doença potencialmente grave. Em gestantes, pode provocar aborto ou parto prematuro. Contágio
O Sarampo é transmitido de pessoa para pessoa, através de secreções expelidas ao tossir, espirrar, falar ao respirar. Prevenção
A melhor forma de prevenção é a contenção da doença, portanto o isolamento domiciliar ou hospitar dos pacientes pode diminuir o risco de transmissão. Evitar a frequencia em escolas ou creches, agrupamentos, ou qualquer contato com pessoas suscetíveis. A vacina contra o sarampo é uma forma de prevenção contra a doença. Vacinas
Apresentação: Vacina tetraviral: sarampo + caxumba + rubéola + varicela. Vacina tríplice viral: sarampo + caxumba + rubéola.




Caxumba


Caxumba é uma doença infecciosa causada por um vírus que provoca não só inflamação nas parótidas, mas também nas glândulas submaxilares e sublinguais. Na maior parte das vezes, a infecção se manifesta na infância, nos meses de inverno e no começo da primavera.
Contágio
A transmissão se dá através do ar, pela saliva ou urina de pessoas infectadas.
Prevenção
É importante que a população seja informada de complicações, devendo ser orientada quanto à busca de assistência médica adequada quando necessária, devido a orquites, meningites, encefalites. Outra forma de prevenção é a vacinação contra a doença.
Vacinas
Apresentação: Vacina tetraviral: sarampo + caxumba + rubéola + varicela. Vacina tríplice viral: sarampo + caxumba + rubéola.




Rubéola


Rubéola é uma doença infecto-contagiosa causada por vírus. Sua característica marcante são as manchas vermelhas que aparecem primeiro na face e atrás da orelha e depois se espalham pelo corpo inteiro. Além das manchas avermelhadas, a rubéola também pode causar febre baixa e aumentos dos gânglios no pescoço.
Contágio
O contágio se dá por contato com secreções das pessoas infectadas. A mulher grávida contaminada por rubéola pode passar a doença para o bebê através da placenta (Síndrome da Rubéola Congênita), essas crianças eliminam o vírus pela urina e por secreções nas orofaríngeas, por um período de mais de um ano, sendo esta eliminação maior nos primeiros meses de vida.
Prevenção
Isolamento de pacientes infectados pode diminuir o contágio. Evitar a frequencia em escola ou creche. A vacinação ainda é a melhor medida de prevenção contra a Rubéola. Vacinas
Apresentação: Vacina tetraviral: sarampo + caxumba + rubéola + varicela
Vacina tríplice viral: sarampo + caxumba + rubéola.




Varicela


A Varicela popularmente conhecida como Catapora é uma doença infecciosa aguda, comum na infância, altamente contagiosa, causada pelo vírus da varicela-zóster. O herpes-zoster é uma doença secundária, decorrente de uma forma reincidente tardia dos vírus da varicela que permaneceu dormente nos gânglios nervosos. A varicela é mais comum em crianças, enquanto a herpes-zóster é mais comum em adultos e idosos.
Contágio
A transmissão da doença ocorre por meio do contato com o doente com lesões na pele ou por via respiratória.
Prevenção
A lavagem das mãos após tocar nas lesões é de extrema importância, bem como isolar pessoas infectadas pela doença. Vacinar contra a varicela é uma medida de controle da doença.
Vacinas
Apresentação: Vacina tetraviral: sarampo + saxumba + rubéola + varicela. Vacina contra varicela.




HPV


Conhecido também por papilomavírus humano (HPV) são vírus que provocam lesões na pele e mucosa, sendo mais comum na região genital (vagina, colo do útero, pênis e ânus). As infecções por HPV podem causar câncer de colo do útero, vagina, pênis ou ânus. Todo o câncer do colo do útero é originado a partir de uma infecção por HPV.
Transmissão Através do contato genital com a pessoa infectada (incluindo sexo oral) e por via sanguínea, de mãe para filho no momento do parto.
Prevenção
O uso do preservativo é medida indispensável de saúde e higiene, não só contra a infecção pelo HPV, mas como prevenção para todas as outras doenças sexualmente transmissíveis. Vida sexual livre e com múltiplos parceiros implicam eventuais riscos que exigem maiores cuidados preventivos. Converse com seu parceiro ou parceira se o resultado de seu exame para HPV for positivo. Ambos precisam de tratamento.
A vacinação é uma medida de prevenção contra o HPV.
Vacinas
Apresentação: Vacina contra HPV bivalente e quadrivalente.




Influenza (gripe)


A Influenza ou gripe é uma infecção viral aguda que ocorre nas vias respiratórias e possui elevado grau de transmissão entre os indivíduos, sendo mais frequente na infância. A Influenza inicia abruptamente com sinais e sintomas sistêmicos, como cefaléia (dor de cabeça), febre, mal-estar, calafrios, tosse e dor de garganta. Contágio
A transmissão ocorre por meio de secreções respiratórias (tosse, espírro e mâos contaminadas) de indivíduos que apresentam a doença aguda. Prevenção
Lavar as mãos regularmente, cobrir o nariz ao tossir, além da vacinação anual. Vacina
Apresentação: Vacina contra gripe (Influenza).





 
icone pacote.png

PACOTES VACINAIS

Com nossos pacotes vacinais, você não perde nenhuma vacina importante e fica ainda mais fácil manter a sua imunização. 

PACOTE PEDIÁTRICO

0 A 18 MESES

2, 4 e 6 meses

Hexavalente (2 doses)
Pneumo 13 (3 doses)
Rotavírus Penta (3 doses)
Pentavalente (1 dose)

3 e 5 meses

Meningo ACWY (2 doses)
Meningo B (2 doses)

9 meses

Febre Amarela 

12 a 18 meses

Hepatite A (2 doses)
Pneumo 13 (1 dose)
Meningo ACWY (1 dose)
Meningo B (1 dose)
Tríplice Viral (2 doses)
Varicela (2 doses)
Pentavalente (1 dose)

Vantagens:

Garantia da reserva das doses
10% de desconto à vista
Parcelamento em até 6x

PACOTE ADOLESCENTE

11 A 17 ANOS

Tríplice Viral (2 doses)
Hepatite A (16 anos, 2 doses)
Hepatite B (16 anos, 3 doses)
HPV (15 anos, 2 doses)
Varicela (2 doses)
Meningocócicas Conjugadas:
ACWY/C (reforço aos 11 anos)
Meningocócicas B (2 doses)
Febre Amarela (1 dose)

Vantagens:

Garantia da reserva das doses
10% de desconto à vista
Parcelamento em até 6x

PACOTE GESTANTE

Hepatite B (3 doses)
DTPA (1 dose)
Anti RH (1 dose)
Gripe (1 dose)

Vantagens:

Garantia da reserva das doses
10% de desconto à vista
Parcelamento em até 6x

PACOTE

OCUPACIONAL

Tríplice Viral (2 doses)
Hepatite A e B (3 doses)
HPV (3 doses)
Tríplice Bacteriana (1 dose)
Varicela (2 doses)
Gripe (1 dose)
ACWY/C (1 dose)
Meningocócica B (2 doses)
Febre Amarela (1 dose)

Vantagens:

Garantia da reserva das doses
10% de desconto à vista
Parcelamento em até 6x

CONSULTE DISPONIBILIDADE

AGENDE AGORA MESMO A SUA VACINA:

 
CARD ATUALIZAÇÃO CARTEIRA.png

CONHEÇA NOSSO PROGRAMA DE ATUALIZAÇÃO DA CARTEIRA DE VACINAÇÃO

Na ImunoClin a sua carteira de vacinação é avaliada gratuitamente pela nossa equipe de enfermagem.

Você pode efetuar a sua avaliação presencialmente ou enviando uma foto através do nosso WhatsApp.

Conheça os tipos de carteira:

• Pediátrico
• Adolescente
• Adulto
• Idoso
• Ocupacional